domingo, 31 de março de 2013

Desemprego: Dia Zero

Licenciei-me em 1998 - um percurso escolar sem grande brilhantismo, mas, também, sem problemas. Numa excelente Universidade Pública, com média de catorze valores, nunca perdi um ano e nunca deixei atrasada qualquer disciplina.
A entrada no mercado de trabalho não foi fácil. Mas, mais difícil tem sido lá permanecer.
Amanhã irei proceder à minha terceira inscrição no centro de emprego.
Tenho trinta e seis anos e não tenho casa própria nem meios para grandes sonhos. As contas são as do dia a dia. Não tenho dividas e lá vou tendo alguns euros no banco, mas os sonhos, também se pautam pelo peso da carteira. E, se as contas são as do dia a dia, como voar alto?
Amanhã, bem cedinho, lá estarei de coração apertado. E, mais quantos? Mais quantos?
Quantas asas quebradas? Quantos corações vazios?

E... amanhã, é apenas o primeiro dia de desemprego. Quantos se lhe vão seguir?

Já o escrevi e volto a dizê-lo: não consigo chorar! As lágrimas não saem. Será que choro amanhã? Será que choro no dia um do desemprego?


sexta-feira, 29 de março de 2013

Fui Sabendo de Mim




Fui sabendo de mim
por aquilo que perdia

pedaços que saíram de mim
com o mistério de serem poucos
e valerem só quando os perdia

fui ficando
por umbrais
aquém do passo
que nunca ousei

eu vi
a árvore morta
e soube que mentia

Mia Couto


Chorar

Continuo sem conseguir derramar uma lágrima.

Uma que seja.

Acho que me faria bem.

É só isso.

quinta-feira, 28 de março de 2013

Decisões

És despedida.

Ok.

E o que fazes a seguir?

Lágrimas de crocodilo? Nada disso.

Telefonas aos amigos todos? Nem pensar.

Vais para o sofá deprimir? Não!

Ok.

Vais ao Pingo Doce e trazes uma vienetta.

Claro que não é uma atitude inteligente.

Mas, que soube bem, lá isso soube!






Último Dia de Trabalho

Temi tanto, mas tanto, este dia!
E, agora que aconteceu, não consigo chorar!

A dor dos dias

Amanhã, na verdade hoje, será um dia difícil e estou a evitar pensar nele.

Faço de tudo, como tenho feito nos últimos tempos, para pensar em tudo, menos no que aí vem.

Até me lembrei de ti - R. Ando às voltas com os teus mails, a rele-los e a rir-me enquanto nos recordo. Há tanto, mas tanto tempo que não falávamos que já me tinha esquecido do que fomos.

Sei que fui dura contigo, mas olho para trás, e sei que desperdicei uma vida contigo - sempre pronta e disponível para os teus caprichos. À espera de uma ação/reação tua. De certo modo, esperançosa e crente. Sobretudo crente, de que eu era tão importante para ti, como tu para mim. Mas, nada era mais falso.

O grito de Ipiranga, ainda me faz doer. Tenho conseguido estar bem, apesar de tudo. Suporto a tua ausência com tristeza e, não nego, o vazio que ficou.

Em fevereiro, ainda tive a tentação de voltar atrás e correr para os teus braços. Mas, és tão bronco. Lembraste de quando me disseste isso, "sou tão bronco"? Foi logo depois de nos conhecermos, e nesse tempo, não tinhas ainda as manias que hoje tens.

Sou tão fraca. Por estar mais frágil, hoje, lembro-me de ti, a cada instante.

Mas, também sou forte. Vais ver que sou.

sexta-feira, 22 de março de 2013

Amostras Grátis





Adoro experimentar as novidades, em especial a nível da beleza.

Já pedi a minha amostra aqui.

Excelente Compra

Fui hoje ao Jumbo e só trouxe boas compras!

Comprei a massa integral da Diese - espirais com grainha de uva, a um euro, o pacote de 500g.

Trouxe logo três pacotes, porque costuma ser bem mais cara. E a promoção nem estava assinalada na loja. Para compras em conta, há que ter  atenção.
 
É uma excelente compra. E a massa, é uma maravilha. Ainda para mais, é bem saudável, e cozinha-se de forma normal.
Como a grainha de uva é cheia de antioxidantes, sempre é uma protecção para o sistema imunitário.

Outra compra bem em conta, e também no Jumbo, foi o queijo Limiano amanteigado - bola pequena e versão light!

Estava super barato e como, ainda por cima, aproveitei que estava com aproximação do prazo de validade, trouxe dois queijos, por pouco mais de um euro, quando costuma custar uns cinco! E a validade é até maio!
 Ainda tinha de oferta a mini raclete. A isso é que não devo dar grande uso, afinal utilizo pouco o micro ondas.
De qualquer modo, até pode ser que me inspire e faça uso da mini raclete, com um queijinho derretido na massa de uva.

Mas, não é que eu estava mesmo inspirada para compras bem em conta?

Ainda comprei a bebida de soja Alpro Ligth que com um vale de desconto, ficou a vinte e oito cêntimos, quando costuma ser mais de dois euros.

Hoje valeu a pena passar pelo Jumbo.
Recomendo!




quarta-feira, 20 de março de 2013

Galão Nescafé

Quando recebi a saqueta do Galão Nescafé começei logo a magicar uma receita nova.

Só hoje tive tempo para experimentar - e, que belo bolo de galão eu fiz!

A sério! Adoro café e como amei o sabor do galão, mas o achei demasiado doce, pensei que se misturasse um pouco do galão em pó numa massa de bolo, era capaz de sair algo de jeito.

Saiu tão, mas tão bom! Infelizmente, não houve tempo para a foto :(

E como fiz? Bati a massa normalmente, mas reduzi o açúcar e coloquei uma saqueta de galão nescafé em pó.Vou tentar repetir o sucesso.
Recomendo.


Vales de Desconto

Só recentemente percebi que se tem desenvolvido comunidades, em torno dos vales de desconto. Pelo que li, a utilização destes vales, tem vindo a aumentar de forma muito acentuada.
Parece que a crise ajudou à festa, mas, quer-me parecer que a Web.2, com os blogs e as redes sociais, é a grande responsável por este novo vício.
Para mim, é muito engraçado, porque desde que faço compras, me lembro de usar vales e de organizar as compras em função dos mesmos.
É que há situações em que os vales, valem mesmo a pena - sobretudo quando conseguimos conciliar mais do que uma promoção! E, quando precisamos do produto, claro!!
 Às vezes, a promoção é tão boa, que vale mesmo a pena acumular umas compras na dispensa.
E se tivermos olho, ainda nos pagam quando compramos. Aqui, os cartões de desconto são uma grande ajuda, e embora, o Sr. Belmiro fale tanto disparate, o facto, é a que a Lorena adora o cartão de desconto do continente.
Só para exemplificar - ando a guardar vales de desconto de produtos para o cabelo (Pantene e Elvive) para, em breve, descontar no Continente, onde estes produtos terão 25% de desconto. Boa?
Pensando ainda na Web e numa das comunidades mais divertida, tenho de destacar a Catarina do Tralhas Grátis. Só muito recentemente conheci o espaço da Catarina e a sua comunidade de tralheiros! Mas, passo por lá, sempre que me lembro, porque ela é uma miúda bem informada!
Recomendo o Tralhas Grátis.



Kantar Worldpanel

Lá continuo a declarar as minhas compras no painel Kantar Worldpanel.

Ainda não tenho pontos para trocar pelos brindes. Mas, estou a gostar de participar. Todas as semanas faço o registo do que comprei - produtos de higiene e beleza. E acabo por ficar com um registo que se torna interessante para mim.

Tomara ter logo muitos pontos para fazer a troca pelos brindes.

Estou a pensar participar noutros estudos de mercado, mas para já, só mesmo a Kantar Worldpanel.

Recomendo.



Serum 7 -uma boa surpresa

Sou consumidora Serum 7 há algum tempo. Mas, na verdade, talvez pelo facto de outras marcas estarem com promoções e estratégias de marketing bem agressivas, tenho deixado, um pouco de lado, esta marca.

É uma boa marca, e cada vez é mais fácil comprá-la - afinal, já está disponível em muitas farmácias.

A comemoração do dia da Mulher, foi a deixa que precisava para voltar a comprar Serum 7 - é que estava mesmo a precisar de um creme de olhos e como vi que havia um miminho, não hesitei.


 Comprei o creme de olhos - primeiras rugas - e, ainda obtive pontos no cartão das Farmácias Portuguesas. Depois, foi só enviar o talão para a morada indicada.

E hoje, a bela da surpresa!!

Recebi em casa, um pack maravilhoso.

A sério! Uma delicia. Uma bolsa linda e com dois - DOIS - cremes totalmente grátis.

É que nem me tinha apercebido que eram mesmo os cremes. Quando vi a promoção, pensei que enviassem miniaturas ou amostras.

Nada disso. Um creme de dia e um de noite, tamanhos normais de 50 ml.

Enviaram, também, o cartão de fidelidade. Já tinha tido e corre sempre bem com estes senhores - basta colar seis códigos de barra e enviam um produto à escolha, de qualquer uma das linhas deles.

Penso que é a deixa que eu precisava para testar os solares deles!

Grande dia Boots - foi a melhor promo do dia da mulher!

Recomendo  a Serum7.

segunda-feira, 11 de março de 2013

Vermelho Brasil

As noites de domingo, são na RTP 1, com a fabulosa série vermelho Brasil.

Baseada no livro homonimo do escritor francês Jean-Christophe Rufin, a série Vermelho Brasil conta a história da expedição de Nicolas Durand de Villegaignon ao Brasil por volta dos anos 1550 e sua luta para criar uma colónia-  a chamada França Antárctica - no Brasil conquistado pelos portugueses.
A série conta esta história pelo ponto de vista de duas crianças, Just e Colombe, órfãos levados na expedição para serem treinados como intérpretes na relação com os “selvagens” nativos.
Acresce a brilhante interpretação do internacional Joaquim de Almeida.
Bravo.


 

domingo, 10 de março de 2013

Gripe A



Lembro-me de quando nos alertaram a todos por causa da pandemia de Gripe A. Era necessário tomar precauções especiais. A começar, pelo supermercado. No carrinho de compras era necessário colocar máscaras e álcool em gel. Sem estes dois elementos, sempre à mão era o fim do mundo.
Depois, em todo o lado havia plano de contingência. Nas escolas foram criadas salas especiais e isoladas para o caso de surgirem suspeitas. Houve formação especial para funcionários e professores. O termómetro passou a ser melhor amigo e tinha de haver um, em cada piso. Foi assim, em todo o lado – nos hospitais os sujeitos tinham tratamento prioritário e, em todo o lado, mas em todo o lado mesmo, diziam-nos para lavar as mãos e explicavam como o devíamos fazer.
Depois foi o pânico com a falta de vacinas, que não chegavam para todos… e blá blá …

Depois disso, parece que as vacinas foram para o lixo.

E, aqui estamos.

Dez de março de 2013 – centro hospitalar xxxxxxxxxxxx – “É gripe A, sem dúvida. Anda aí que é uma loucura. Se tiver crianças em casa é mais preocupante. // Mas, doutora, agora nem se fala nisso. E se transmito à família? // Já transmitiu. Nada a fazer. Falou-se quando não havia razões para alarme e gastaram-se fortunas quando era desnecessário …. agora… é assim.”

Ah, já confirmei - de um a sete dias de incubação. 

Veremos!

sábado, 2 de março de 2013

Tic Tac Tic Tac: é a hora do Centro de Emprego

Dia 1 de abril, lá estarei.

Incrível como não consegui passar mais de um ano e meio, sem lá pôr os pés!


Tristeza cá dentro!